Processo de negociação com a ANTRAM
16 Jul. 2019 12:52

Na reunião de ontem de negociação a revisão do CCTV do sector rodoviário de mercadorias, a ANTR [ ... ]

Leia mais ...
Madeira: Luta com resultados
12 Jul. 2019 15:32Madeira: Luta com resultados

Os trabalhadores dos Horários do Funchal e dos Carros de São Gonçalo, reunidos hoje em plenário  [ ... ]

Leia mais ...
Prosseguimento da negociação no sector de mercador...
12 Jul. 2019 15:29Prosseguimento da negociação no sector de mercadorias

Na próxima segunda feira, dia 15, pelas 14,30h, terá lugar na sede da DGERT em Lisboa, uma nova re [ ... ]

Leia mais ...
  • Greve nos Serviço de Utilização Comum dos Hospitais dia 29 de Julho

    Jul 19, 2019 | 13:51 pm

    Greve nos Serviço de Utilização Comum dos Hospitais dia 29 de Julho Face à posição intransigente do SUCH - Serviço de Utilização Comum dos Hospitais em sede de negociações, a FESAHT – Federação dos Sindicatos de Agricultura, Alimentação, Bebidas, Hotelaria e Turismo de Portugal convocou uma greve para dia 29 de julho,[…]

×

Mensagem

Failed loading XML...

1.Os STCP reduzem os seus “gastos com pessoal” de 39,999 para 36,933 Milhões de Euros, ou seja, em 7,7%. Mas essa redução deve-se essencialmente à redução nas remunerações com o pessoal, que reduzem de 30,561 para 26,725 Milhões de Euros, ou seja, 12,5%! Só o dinheiro para despedir é que aumentou de 0,954 para 2,871 Milhões de Euros...E consegue essa redução de despesas com pessoal por via do despedimento (passa de 1496 trabalhadores para 1318 trabalhadores) e por via da redução do preço pago pela força de trabalho.

2.Os STCP aumentam a sua receita de exploração fruto do brutal aumento no preço dos transportes. Assim, apesar de ter transportado menos 1 Milhão de passageiros (uma quebra de 1%) a empresa tem um aumento de receita de 3%, passando de 49,3 para 50,8 Milhões de Euros em vendas. São 1,5 Milhões de Euros cobrados a mais (e a menos utentes).

3.É assim que a Empresa apresenta um saldo de exploração positivo de 6,119 milhões de Euros face aos 2,869 Milhões de 2010! Mas, vai dar um resultado líquido final ainda mais negativo que em 2010, passando de -37,677 para -54,545 Milhões de Euros. E porquê? Porque paga à banca uma renda crescente.

4.De facto, os STCP já em 2010 haviam pago a astronómica quantia de 28,4 Milhões de euros em juros. Mas em 2011 pagaram 48,5 Milhões de Euros. Mais 20,1 Milhões de euros!

5.Se fizermos as contas, e somarmos os 4 Milhões ROUBADOS ao trabalho, com os 1,5 Milhões ROUBADOS aos utentes, dá-nos um total de 5,5 Milhões. Completamente insuficientes para a crescente gula da banca!

6.As contas dos STCP dão-nos ainda um outro indicador sobre o que está a acontecer a Portugal e às Empresas Públicas. São os indicadores dos custos de produção ligados ao combustível, que crescem brutalmente entre 2010 e 2011, com aumentos de 27% no custo do gásoleo e da electricidade por 100Km (respectivamente, de 46 para 58,25 e de 33,03 para 42,04). Um desvio de 1 milhão de euros que foi direitinho para as multinacionais...

Tradução

ptenfrdeitrues

4º Congresso

IPTRANS

Protocolo

Visitantes

Temos 77 visitantes e 0 membros em linha

Informação email

Agenda

No mês passado julho 2019 Próximo mês
D Sb
week 27 1 2 3 4 5 6
week 28 7 8 9 10 11 12 13
week 29 14 15 16 17 18 19 20
week 30 21 22 23 24 25 26 27
week 31 28 29 30 31

Guia da parentalidade

Ponto Seguro