PlenarioTST12Abr2019Com uma paralisação na ordem dos 95%, os trabalhadores da TST/ARRIVA realizaram, hoje, um plenário onde decidiram continuar a luta, com uma nova paralisação de 48 horas, nos dias 19 e 20 de Maio, com uma concentração/manifestação no último dia em Almada.

Foi inegável a demonstração e a firmeza na defesa do aumento do salário e por uma melhor organização dos tempos de trabalho, garantindo-se o direito ao trabalho, com a conjugação com a vida particular e familiar dos trabalhadores.

Entretanto, as organizações sindicais irão pedir reuniões às autarquias dos concelhos servidos pela TST/ARRIVA, para explicarem as causas desta luta e exigir que, dentro das competências de cada uma, intervenham para ajudar a desbloquear o conflito e os trabalhadores vejam melhoradas os seus salários e as suas condições de trabalho, condição fundamental para ser assegurado um serviço público de qualidade.

GreveTST12Abr20192

Tradução

ptenfrdeitrues

4º Congresso

IPTRANS

Protocolo

Visitantes

Temos 106 visitantes e 0 membros em linha